CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Roberto C M Santiago
Textos e reflexões
Textos


(Foto Milton Lima)

CACHAÇA HAVANINHA


A SAGA DE ANÍSIO SANTIAGO CONTINUA

A cachaça é a mais genuína bebida brasileira, cuja produção se iniciou por volta de 1530, bem no início da colonização lusitana em terras tupiniquins. Historicamente sofreu diversas provações como bebida de identidade nacional. Somente nas últimas décadas vem passando por processo de valorização nos diversos estratos da sociedade brasileira.

Minas Gerais se firmou como importante referência na produção artesanal da bebida a partir do século XVIII com os primeiros alambiques. Atualmente, centenas de marcas são produzidas em todo o território mineiro.
 
Nas últimas décadas, o município norte-mineiro de Salinas vem se sobressaindo na produção da bebida cuja produção deu-se início no final século XIX, quando baianos fugindo da seca do sertão nordestino, chegaram à região de Salinas fixando raízes. Trouxeram mudas de cana que se adaptou muito bem ao solo e clima da região. Até a década de 1940, a cachaça produzida na região de Salinas era comercializada a granel. Não havia marca que identificasse o produto local, até que em 1946, primeira metade do século XX, o fazendeiro e produtor de cachaça, Anísio Santiago (1912-2002), lançou a primeira marca de cachaça da região: a Havana. Desde então, proliferaram diversas marcas que ajudaram no processo de consolidação do município de Salinas como importante referência nacional na produção de cachaça artesanal de qualidade.
 
Assim, neste contexto histórico, surge nova marca de cachaça em Salinas com proposta de manter e perpetuar a tradição do município: a Havaninha - produzida por Osvaldo Mendes Santiago, filho de Anísio Santiago, fundador e produtor das marcas Havana & Anísio Santiago.

 
 
Com o falecimento do pai em 2002, ficou responsável pela produção das marcas Havana & Anísio Santiago até 2013. Foi decisivo na manutenção da tradição herdada do pai. Buscando novos horizontes, lança marca própria com o mesmo perfil de produção que aprendeu com o mestre dos alambiques.

A cachaça Havaninha é produzida na fazenda Piragibe, região da Serra dos Bois, zona rural de Salinas. A produção é limitada e envelhecida em dornas de Bálsamo. Segue o mesmo padrão de qualidade forjado pelo mestre dos alambiques de cachaça da região de Salinas: Anísio Santiago.

Site: http://www.cachacahavaninha.com.br
__________
Texto de:
Roberto Carlos Morais Santiago
Enviado por Roberto Carlos Morais Santiago em 11/08/2014
Alterado em 14/11/2014
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Cachaça
HAVANINHA
A saga de Anísio Santiago continua!