CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Roberto C M Santiago
Textos e reflexões
Meu Diário
23/05/2010 21h55
Literatura de Salinas
Infelizmente, há poucos livros sobre a história de Salinas e região, muito embora seja rica do ponto de vista cultural e histórico. Recomendo a leitura dos livros listados abaixo. São raros, mas com um pouco de sorte, podem ser encontrados em Salinas. São ótimos livros que contam a história do município sob vários ângulos. Vale um esforço para conferir a epopéia histórica de uma região tão rica culturalmente como a de Salinas.
..........
 
DIVERSOS AUTORES. Poetas de Salinas - Antologia. Salinas, Academia de Letras de Salinas, 2002.

ÂNGELIS, Newton de. Efemérides Riopardenses. Salinas: R&S Arte Gráfica, 1998, 4 volumes.

CRUZ, Mário Ribeiro da. Caso contado à sombra do mercado. Ed. Paz e Terra, 1995. 

LISBOA, Abdênago. Octacilíada: Uma Odisséia do Norte de Minas. Belo Horizonte: Canaã, 1992.

NEVES, Antonino da Silva. Corografia do Município de Rio Pardo. Belo Horizonte: Minas Geraes, 1908.

PIRES, Simeão Ribeiro. Raízes de Minas. Montes Claros, 1979.

SANTANA, Geraldo Paulino. O Caminho de Volta - A Travessia do Deserto. Belo Horizonte, 2004.

SANTIAGO, Roberto Carlos Morais. O Mito da Cachaça Havana-Anísio Santiago. Belo Horizonte: Cuatiara, 2006.

Publicado por Roberto Carlos Morais Santiago em 23/05/2010 às 21h55
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
21/05/2010 13h47
Dia da Cachaça
Dia 21 de maio é oficialmente o Dia da Cachaça, em homenagem a legítima bebida brasileira que vem se firmando como bebida fina no Brasil e resto do mundo. Faz parte da cultura e história brasileira desde o século XVI. Minas Gerais é o principal estado produtor de cachaça artesanal, tendo Salinas como sua principal região produtora com mais de cinquenta marcas, algumas de renome nacional e internacional. Viva a cachaça!

Publicado por Roberto Carlos Morais Santiago em 21/05/2010 às 13h47
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
13/05/2010 22h15
INPI concede registro da cachaça Anísio Santiago
O Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) concedeu no dia 3 de novembro de 2009 o registro da marca ANÍSIO SANTIAGO, no segmento de produção de aguardente de cana em favor da empresa Indústria e Comércio de Aguardentes Havana (Menago) Ltda., localizada em Salinas, norte de Minas. A concessão está registrada na RPI nº. 2026 e tem validade até o dia 3 de novembro de 2019, portanto, dez anos.
 
 
Levando em conta o aumento da competitividade em todos setores da economia, a marca é importante instrumento do negócio de qualquer empresa. Segundo o consultor de marketing, Roberto Monti, “O consumidor desenvolve preferências por marcas e criam expectativas em torno dela”. A marca é elo de ligação entre empresa e consumidor. O registro de marca cria identidade permanente de um produto no mercado.
 
A marca ANÍSIO SANTIAGO tem peso no mercado de produção de aguardente no Brasil. É sucessora da marca HAVANA, da mesma empresa, cujo impasse sobre o registro está sendo discutido judicialmente. A marca HAVANA é comercializada no mercado sob liminar.

Publicado por Roberto Carlos Morais Santiago em 13/05/2010 às 22h15
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
08/05/2010 07h30
Mapa antigo de Salinas
O mapa antigo de Salinas acima é da década de 1920, primeira metade do século XX. Bastante distinto da atual configuração do município. Originalmente, Salinas teve território imenso com área geográfica com mais de 6 mil quilômetros quadrados, um dos maiores de Minas Gerais. De Salinas surgiram muitos outros municípios: Águas Vermelhas, Cachoeira de Pajeú, Curral de Dentro, Fruta de Leite, Novorizonte, Pedra Azul, Rubelita, Santa Cruz de Salinas e  Taiobeiras, que foram se emancipando ao longo do século passado. Ainda assim, atualmente, Salinas figura como o mais importante município da microrregião de Salinas (Alto Rio Pardo) sob o ponto de vista econômico e político.

No mapa percebe-se uma linha de estrada de ferro atravessando o território salinense até Rio Pardo de Minas. Porém, a construção da ferrovia não chegou acontecer por razões ainda pouco conhecidas. Carece maior investigação para verificar o que houve e o motivo da não construção da ferrovia na época. Se tivesse sido concluída, certamente Salinas teria outra evolução histórica em sua trajetória política, social e econômica.
__________
Fonte do mapa: LISBOA, Abdênago. Octacilíada: Uma Odisséia do Norte de Minas. Belo Horizonte: Canaã, 1992.

Publicado por Roberto Carlos Morais Santiago em 08/05/2010 às 07h30
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
08/05/2010 00h35
Revista Veja elege as melhores cachaças do Brasil
A conceituada revista VEJA (edição nº. 2.152, de 17/02/2010, págs. 78-80) lançou seu primeiro ranking das melhores cachaças do Brasil, em duas categorias: envelhecida e não envelhecida (branca).

Na categoria envelhecida, das cinco marcas eleitas, três são de Minas Gerais, sendo duas de Salinas e uma de Betim: Anísio Santiago / Havana (1º. lugar), Canarinha (2º. lugar) e Vale Verde (3º. lugar). Em seguinda vem Nêga Fulô, do Rio de Janeiro (4º. lugar) e Armazém Vieira, de Santa Catarina (5º. lugar).

Na categoria não envelhecida (branca), as cinco marcas eleitas foram: Volúpia (AL) e Serra Limpa (PB), empatadas em 1º. lugar, Coqueiro (RJ), em 2º. lugar, Santo Grau (RJ), em 3º. lugar e Serra Preta (PB), em 4º. lugar.

O fato é que conceituadas revistas do país estão reverenciando a cachaça, bebida genuinamente brasileira, que até pouco tempo era discriminada pela elite. Recentemente, a revista Playboy (edição de agosto de 2009) lançou seu ranking de cachaça. Outras revistas, seguindo a moda, estão lançando seus rankings. Bom para o agronegócio da cachaça, sobretudo a artesanal, que carece de divulgação na mídia tendo em vista que é ainda uma atividade econômica em consolidação no mercado brasileiro e no exterior.

Publicado por Roberto Carlos Morais Santiago em 08/05/2010 às 00h35
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Página 6 de 7 1 2 3 4 5 6 7 [«anterior] [próxima»]

Cachaça
HAVANINHA
A saga de Anísio Santiago continua!