CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Roberto C M Santiago
Textos e reflexões
Meu Diário
06/06/2010 18h06
Diamantina, contrastes de uma cidade histórica
Neste feriadão prolongado estive na histórica cidade mineira de Diamantina, localizada no Alto Jequitinhonha. Muito interessante a cidade pelo seu patrimônio histórico e cultural. Tudo muito conservado. No centro histórico tem-se a impressão de estar no século XVII ou XVIII pela quantidade incrível de casarões e igrejas bem conservadas. A população local é bem educada e hospitaleira. Diamantina possui muitos atrativos que vale uma visita: museu dos escravos, casa de Chica da Silva, casa de JK, dezenas de igrejas históricas, belos casarões, bares, boa rede hoteleira, livraria com excelente acervo de livros que contam a história da região, clima ameno e agradável. Enfim, a cidade é um convite para um passeio diferente para quem curte história e cultura.

Mas, nem tudo são flores em Diamantina. Fora do circuito histórico da cidade tem-se a impressão de uma cidade mal cuidada. Ruas esburacadas e sem passeios para pedestres é a regra. A principal rua que dá acesso ao centro histórico da cidade é simplesmente uma tragédia. Como pode uma cidade turística como Diamantina ter ruas tão ruins. Como não há calçadas, pedestres e veículos disputam espaço. As praças são feias e descuidadas.

Pelo seu valor histórico e respeito ao cidadão diamantinense e ao turista, a cidade merece ser mais bem cuidada. Não basta preservar a parte histórica da cidade que é digna de elogios. Deve-se preservar o todo propiciando melhor qualidade de vida ao povo local e ao turista. Diamantina merece!

Publicado por Roberto Carlos Morais Santiago em 06/06/2010 às 18h06
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Cachaça
HAVANINHA
A saga de Anísio Santiago continua!